O livro do Profeta Amós

profeta amós

Nesse conteúdo vamos falar sobre a vida e o Livro do Profeta Amós.

De onde era?

O profeta Amós era de Tecoa, uma aldeia situada a aproximadamente 16 km ao sul de Jerusalém, 9 km de Belém e 20 km a oeste do Mar Morto. Onde era pastor de ovelhas. O nome Amós significa “carregador de fardos”, do hebraico ‘amos.

Quando viveu?

O profeta Amós viveu no século 8 a.C., e profetizou durante o reinado do rei Uzias em Judá (Reino do Sul) e do rei Jeroboão em Israel (Reino do Norte). (Zc 14.5)

Como viveu?

O profeta Amós era um homem simples e de origem rural. Ele foi pastor de ovelhas (Am 1:1), boiadeiro e colhedor de sicômoros, um tipo de figo (Am 7:14). Sua familiaridade com o campo pode ser notada várias vezes em sua mensagem profética, como por exemplo, quando ele usa palavras referindo-se a animais (Am 5:19), insetos e ervas (Am 7:1) e frutos (Am 8:1).

Veja também: As 4 Lições da Vida do Profeta Jeremias Que você Precisa Conhecer

Não era profeta por profissão

O profeta Amós não havia estudado para ser profeta, nem mesmo foi um discípulo de profeta ou recebeu qualquer treinamento nesse sentido (cf. 1Rs 20:35; 2Rs 2:3,5; 7:15), ou seja, ele não era considerado um profeta de profissão, e não dependia desse ofício para seu sustento.
“Eu não sou profeta, nem discípulo de profeta, mas boiadeiro e colhedor de sicômoros” (Am 7:14).

O chamado de Amós

O profeta Amós testificou sobre sua convocação da seguinte forma: “Mas o Senhor me tirou de após o gado e o Senhor me disse: Vai e profetiza ao meu povo de Israel” (Am 7:15). Assim, entendemos que foi Deus, soberanamente, quem chamou Amós para exercer o ofício de profeta.

Amós tinha conhecimento sobre sua nação e a lei de Deus

Apesar de sua origem rural, o profeta Amós demonstrava conhecer muito bem a Lei de Deus e a história do povo da aliança. Em sua profecia, Amós fez várias referências aos fatos narrados no Pentateuco.

A profecia de Amós

Ele sendo de Juda reino sul, profetizou a Israel reino do norte.
O profeta Amós recebia do Senhor em visão as palavras que deveria profetizar (Am 1:1). Muito provavelmente Amós profetizou durante o período de paz e prosperidade que Israel experimentou no reinado de Jeroboão II.

Contexto

No reinado de Jeroboão II o reino do norte viveu certo período de tranquilidade, pois as principais potências mundiais estavam em declínio. Por isso o povo se enredou no pecado.

A profecia de Amós censurou a condição social (Am 2:6,7), moral (Am 2:7,8) e religiosa (Am 2:8-12) da nação. O profeta Amós viveu numa época em que os ricos procuravam ficar mais ricos, a imoralidade estava num nível abominável e a perversão religiosa era tão grande que a idolatria era considerada algo normal, enquanto que os verdadeiros fiéis a Deus eram ridicularizados por sua devoção.

Sua mensagem foi severa e mostrava o julgamento de Deus aquela nação pecadora, mas, ao mesmo tempo, apontava para esperança e restauração futuras.

Também é muito significativa a forma com que as profecias de Amós revelam o nosso Senhor Jesus. O profeta falou sobre uma restauração, um governo e juízo que só encontram seu cumprimento pleno e final em Cristo, não apenas em sua primeira vinda, mas também no seu retorno em glória para estabelecer seu reino universal no novo céu e nova terra (Mt 1:1; Lc 1:32,33; Ap 22:16; At 2:34-36; 15:13-19; 1Co 15:23-25; Hb 10:26-30; 1Pe 4:17; Ap 22:16; etc.).

Esquema do conteúdo

1. Juízos contra as nações vizinhas
(1.1-2.5)
2. Juízo contra Israel (2.6-16)
3. Denúncias e ameaças (3.1-6.14)
4. Visões de castigo (7.1-9.10)
5. Restauração futura de Israel (9.11-15)

Curiosidades

É o terceiro livro dos profetas menores
Encontra-se no novo testamento 2 menções a esse livro At 7.42,43 e At 15.16-18
Contemporâneo do profeta Oseias.
Ele profetizou por volta de 752 a.C. Durante o reinado de Uzias em Judá e Jeroboão II em Israel.

FONTES:

Bíblia do Pregador, SBB
Pequena Enciclopédia Bíblica, Orlando Boyer – CPAD

Estilo e adoração

Gostou do conteúdo? Compartilhe com um amigo!

Leia também: 5 livros que todo evangélico deveria ler

Higor Ramos
Higor Ramos é autor e mantenedor do Evangélico Blog, Design e professor de Teologia. Gosta de ler artigos, um apaixonado por bons livros e louvores. Também gosto de tecnologia sempre buscando novidades nessa área.